qual é o desconto do vale transporte

Todos sabemos que o empregador deve pagar ao empregado uma remuneração pelo serviço executado.
Portanto, caso o funcionário faça parte do grupo que não preenche os esquema para ganhar na mega sena requisitos para receber o vale-transporte, a empresa deve fazer a comunicação de quanto ganha um cineasta dos eua maneira clara e listar as razões pelas quais ele não teria acesso ao benefício.
O empregador está autorizado a descontar na folha de pagamento o percentual de até 6 sobre o valor do salário básico do empregado pelo vale-transporte fornecido.
Logo na admissão, o empregado assina uma declaração ao empregador, informando o seu endereço residencial e a quantidade de vales que precisará por dia.Para entender melhor: se no mês o funcionário recebeu R 2 mil e gasta R R 100 com o transporte, o desconto no seu salário deverá ser de R 100 e não a partir comprovante de inscrição pis/pasep/nit do cálculo de 6, que resultaria em um valor maior,.O vale-transporte é um benefício obrigatório que o empregador deve fornecer ao empregado contratado sob o regime da CLT para realização do trajeto por meio do sistema de transporte público urbano (ônibus, metro, trem etc.).O benefício deve ser concedido obrigatoriamente pelo empregador ao funcionário que utiliza transporte coletivo para cobrir o custo do trajeto entre sua residência e o local trabalho, e vice versa.Vamos começar pelo pagamento: o VT é um bilhete que o funcionário recebe e no qual a empresa credita o dinheiro referente ao transporte utilizado pelo trabalhador.Vamos considerar um funcionário que receba um salário básico de.000 por mês e utilize 2 vales-transportes por dia para ir e voltar do trabalho.Isso significa que esse percentual não será descontado de outros benefícios, como horas extras, comissões, dentre outras.




O contrato de estágio não cria vínculo empregatício, por isso, se for fornecido um vale-transporte, o desconto não deve ser feito na bolsa de auxilio fornecida a esse tipo de trabalho.Alguns funcionários, durante a jornada de trabalho, precisam se deslocar para outros locais fora da empresa.Cabe à empresa solicitar o vale-transporte para o funcionário, e caso não faça isso, pode ser alvo de multa, que varia de acordo com o porte da companhia, do número de empregados e de demais ocorrências feitas.Então, o valor final dos vales-transportes fornecidos no mês será de R 110 (44 x 2,50 110).O desconto do vale-transporte sobre a remuneração é válida para todos os tipos de trabalhadores (domésticos, temporários, efetivos e noturnos com exceção dos estagiários.Com exceção dos empregados domésticos, que de acordo com a lei, podem receber o benefício por meio de dinheiro, o VT é entregue ao funcionário, que fica responsável por sua guarda, e a empresa faz o "carregamento" de créditos.Nesses casos, é o empregador que deve arcar com os custos desse transporte, ou seja, o trabalhador não pode usar o seu vale transporte ou pagar condução para cumprir tarefas da empresa.Vejamos: se o desconto total do vale-transporte deve ser de até 6 do valor do salário básico, no exemplo apresentado o desconto total deveria ser de até R 120(2.000 x 6 120).O que muitos não sabem é que, além dessa remuneração, há outros valores que devem ser pagos aos funcionários.O desconto é de 6 do salário bruto do funcionário (já descontadosinss, IR e contribuição sindical).Algumas empresas oferecem transporte privado aos seus funcionários e desde que cubra o trajeto de residência/trabalho, de ida e volta, a companhia não é mais obrigada a fornecer o vale-transporte ainda que o funcionário prefira o transporte coletivo ao fornecido pelo empregador.
Nesse caso, ele deve arcar com tal custo.
É importante lembrar que não é o caso de empresas que oferecem transporte a partir de algum ponto da cidade para suas instalações nesse caso, a companhia pagaria o VT do trajeto até esse ponto de saída, com desconto de acordo com as regras.


[L_RANDNUM-10-999]