desconto vt domestica

Sergio Ferreira Pantaleão, o Vale-Transporte (VT) é utilizável em todas as formas de transporte coletivo público urbano ou, ainda, intermunicipal e interestadual com características semelhantes ao urbano, operado diretamente pelo poder público ou mediante delegação, em linhas regulares e com tarifas fixadas pela autoridade competente.
Se o empregado utiliza transporte público para ir e voltar do trabalho, não existe distância mínima necessária para obter o direito ao vale-transporte.POR Doméstica Legal 15 de agosto de 2016.O Vale-Transporte é um benefício do empregado doméstico, garantido por lei.Tags: condução, Vale-transporte, receba atualizações no seu email, nome.Manual do Empregador Doméstico, síntese objetiva, atualizada e comentada, das principais rotinas da relação de emprego doméstico!19 da LC 150/2015, o empregador doméstico cupom de desconto no mini in the box poderá conceder, a seu critério e mediante recibo, os valores para a aquisição das passagens necessárias ao custeio das despesas decorrentes do deslocamento quanto ganha um operador de maquina de corte a laser residência-trabalho e vice-versa.No entanto, não havendo previsão em acordo ou convenção coletiva, o pagamento habitual do vale-transporte em dinheiro e não por meio de vales, tem cupon descuento dell xps 15 natureza salarial e o seu valor deve ser incluído no salário de contribuição para efeito de cálculo de inss, fgts.Vale-transporte EM dinheiro - É OU NÃO permitido?4 da Lei.418/85, mantendo a proibição da concessão do VT em dinheiro.Empregados têm obrigação de contribuir com 6 do salário para as passagens, desconto não pode ser maior do que o valor gasto com transporte.Ainda que seja concedido em espécie, tal valor não tem natureza salarial e nem se incorpora ao salário.Quanto a diferença entre o custo total do VT e o valor máximo a ser descontado do empregado, a legislação trabalhista estabelece que: a) Não tem natureza salarial, nem se incorpora à remuneração para quaisquer efeitos; b) Não constitui base de incidência de contribuição previdenciária.




Nos casos em que a empregada vai para a casa em dias intercalados, quinzenalmente ou mensalmente, o Vale Transporte será equivalente apenas aos dias em que o deslocamento aconteceu.Tags: dúvida, dúvidas, Vale-transporte, receba atualizações no seu email, nome.Muitos questionamentos giram em torno da obrigação em fornecer o benefício em razão da distância em que o empregado mora da empresa, mas como a legislação não se manifesta sobre esta questão, uma vez comprovado a necessidade e tendo o empregado feito a opção.Lei Complementar 150/2015, o empregador poderá conceder, a seu critério e mediante recibo, os valores para a aquisição das passagens necessárias ao custeio das despesas decorrentes do deslocamento residência-trabalho e vice-versa.O valor do vale-transporte deve ser informado pelo empregado ao empregador no ato da contratação.O empregador deve calcular quanto será necessário para cobrir o mês todo tomando como base os veículos que serão necessários, como por exemplo, ônibus, trem, metro, barca, entre outros.
De acordo com o único do art.
Artigo 7, inciso xxvi da Constituição Federal (reconhecimento dos acordos e convenções coletivas uma vez estipulado na convenção coletiva da categoria, respeitado os limites determinados por lei e a não vinculação ao salário, o vale-transporte pode ser pago em dinheiro.

No ato da contratação o empregador deverá solicitar ao empregado as seguintes informações por escrito: endereço residencial; serviços e meios de transporte mais adequados ao seu deslocamento residência-trabalho e vice-versa.
No entanto, a referida MP foi convertida na Lei.311/2006, a qual vetou a alteração do art.


[L_RANDNUM-10-999]